Hector Varela


Compositor, arranjista e bandoneonista (1914 – 1987)



Hector Varela foi o principal bandoneonista e arranjista na orquestra de tango de Juan D'Arienzo. Quando tinha apenas dezasseis anos, Varela tornou-se membro da orquestra de Salvador Grupilla. Depois disso, ele começou a trabalhar com Alberto Gambino, que o apresentou aos midia no programa de rádio Chipazos De Tradicion.

Em 1939 Varela formou a sua primeira orquestra de tango, que tinha um estilo semelhante ao de Juan D'Arienzo (seu grande mestre) – um estilo muito popular entre dançarinos mais jovens.

Como aprendiz do “rei do compasso”, Juan D'Arienzo – com quem tocou cerca de dez anos – Varela era reconhecido pela sua precisão, som tradicional, e acima de tudo – pelo ritmo poderoso. O facto mais importante acerca de Varela e da sua orquestra era que eles tocavam tango para dançar, sendo esse o seu público alvo.

Nessa altura ele tornou-se bastante conhecido como musico de tango e bandoneonista, e competia com Cayetano Puglisi, Carlos Lazzari, Fulvio Salamanca, entre outros.

As estações de rádio estavam sempre a tocar os exitos de Varela; nos salões de dança, os tangos da sua autoria eram os mais populares. Nessa altura ele gravou cerca de 20 composições entre as quais Lilian, Don Alfonso, e Tres Horas. Os seus concertos eram tão afamados que causavam congestionamentos de trânsito – quase todos queriam ouvir e dançar o tango de Varela.

No pico da sua carreira em 1950, Varela deixa a sua orquestra e forma uma nova banda de tango. Todos esperavam que a orquestra de tango seguisse a tradição de Juan D’Arienzo; no entanto, Varela apresentou um tipo de musica e ritmo completamente inovador.

O sucesso de Varela foi estrondoso; o seu novo tango era tocado na maioria das estações de radio populares. Aquele primeiro disco de 1950 é onde as suas mais famosas composições de tango estão gravadas: El Flete, Farolito Viejo, Un Bailongo, Tal Para Cual, etc. A sua orquestra consistia nos seguintes músicos: Cesar Zagnoli, Antonio Marchese, Alberto San Miguel, Hugo Boralis, Mario Abramovic, e os cantores Armando Laborde e Rodolfo Lesica.

Ele tocou em toda a América Latina do Sul; Varela gravou Noches de Brasil como tributo à sua estadia no Brasil e Rio de Janeiro. Como parte desse periodo, outras composições – caracterizadas pelo seu ritmo forte – nasceram: Mi Corason es un Violin, e Historia de un Amor.

Nessa altura Varela actuou em quase todas as milongas e clubes de tango, e foram esses os anos do seu maior successo. Em 1960 e mais tarde, Hector actuou para vários programas de televisão, assim como no popular show Grandes Valores del Tango.

Varela foi um músico brilhante que conseguiu um grande sucesso no mercado e entre a sua audiência – especialmente entre os jovens dançarinos de tango.

Ir a Artistas de Tango